Alergia em Cães e Gatos

Imagem ilustrativa para Alergia em Cães e Gatos

A alergia em cães e gatos é uma doença de origem genética que causa uma inflamação crônica da pele.A alergia em cães e gatos acomete animais no mundo todo, sendo o grupo de doenças de pele mais diagnosticado no atendimento de pequenos animais. A sua prevalência é tão frequente em animais quanto em pessoas.

Alergia em cães e gatos é uma resposta imunológica exacerbada após a exposição a substâncias que tem potencial alérgeno. Alérgeno é toda aquela substância capaz de desenvolver resposta de hiperssensibilidade. Os alérgenos mais comuns são: picadas de insetos, ácaros, fungos, pólens e até mesmo proteínas da dieta. Saiba mais sobre Criocirurgia.

O principal sintoma de alergia em cães e gatos é a coceira, denominada prurido, que na maioria dos casos é intenso. Outros sintomas incluem vermelhidão, descamação, cheiro forte e queda de pêlos.

A alergia em cães e gatos muitas vezes é a causa primária de problemas de pele persistentes.

Importante notar que nem toda a coceira é causada por alergia em cães e gatos. Outras doenças como infecções de pele, hormonais e até mesmo sarnas podem causar sintomas semelhantes. Veja também nosso Laboratório Veterinário

O prurido ou coceira pode se manifestar como mordedura ou lambedura das patas, inflamações de orelha e até arrancamento de pêlos. Animais com prurido grave podem até se mutilar.

As principais formas de alergia em cães e gatos são:

  • ATOPIA ou dermatite atópica
  • DAPE (Dermatite alérgica a picada de ectoparasita)
  • HIPERSSENSIBLIDADE ALIMENTAR.

alergia em cães e gatos predispõe a doenças secundárias como infecções recorrentes, dor crônica e estresse.

As alergias acometem desde animais jovens até maduros, a maioria dos casos manifestam os primeiros sintomas entre 1-5 anos de idade. Saiba mais sobre Clínica Veterinária.

O diagnóstico de alergia é um diagnóstico clínico que exige formação e experiência dermatológica do veterinário. Existem exames complementares que podem auxiliar na identificação do alérgeno, como os testes alérgicos intradérmicos.

A alergia em cães e gatos é uma doença que não tem cura, mas devidamente tratada é possível o controle e o tão merecido bem estar.

O tratamento de alergia em cães e gatos consiste em controle da coceira, prevenção de contato com os alérgenos, banhos frequentes com produtos adequados, dieta especial, manejo ambiental e até mesmo imunoterapia. Saiba mais sobre A Ruptura Do Ligamento Cruzado Cranial em Cães.

Dicas para o banho de cães e gatos alérgicos:

  • Respeite o intervalo de banhos indicado pelo veterinário dermatologista.
  • Temperatura da água deve ser morna ou fria.
  • A pele não deve ser esfregada com unhas ou escovas e sim gentilmente massageada.
  • O tempo de ação do xampu deve ser 10 minutos, a pelagem deve ser massageada neste período.
  • A secagem deve ser feita preferencialmente por soprador e toalha. Se necessário o uso de secador prefira morno e distante. As orelhas devem ser secadas gentilmente com algodão.
  • As patas devem ficar bem secas.
  • A escovação intensa pode irritar mais a pele.
  • Evite perfumes e outros xampus não indicados pelo veterinário dermatologista.

A exposição contínua aos alérgenos piora os sintomas como a coceira intensa, estresse, infecções secundárias e pode levar ao sofrimento com baixa qualidade de vida.

Agende um horário com nosso veterinário dermatologista.

Saiba mais sobre Alergia em Cães e Gatos

Ligue para (11) 3209-4624 / (11) ou entre em contato por email.

Outros assuntos relacionados a Alergia em Cães e Gatos
Tags desta página: Alergia em Cães e Gatos, Alergia, Alergia - Medicina Veterinária, no Brasil, Cães, Alergia em Cães e Gatos
O texto acima "Alergia em Cães e Gatos" é de direito reservado. Sua reprodução, parcial ou total, mesmo citando nossos links, é proibida sem a autorização do autor. Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do Código Penal. – Lei n° 9.610-98 sobre os Direitos Autorais.
Este site está protegido pela Lei de Direitos Autorais. (Lei 9610 de 19/02/1998), sua reprodução total ou parcial é proibida nos termos da Lei.